• Denuncie a corrupção
  • portal da transparência
  • fale com o ouvidor
  • Associação dos Amigos do Arquivo Público do Paraná
  • Parceria
  • Memórias Relevadas
  • Arquivo Nacional
  • Brasil - Um país de todos
  • Lei de Incentivo à Cultura - Ministério da Cultura

Histórico do DEAP

O Arquivo Público do Paraná foi criado pela Lei nº 33, sancionada pelo 1º Presidente da Província do Paraná, Conselheiro Zacarias de Góes e Vasconcellos, em 7 de abril de 1855. Denominado "Archivo Publico Paranaense", tinha como finalidade reunir a memória impressa e manuscrita sobre a história e geografia do Paraná.  Funcionou por todo o período provincial (1855-1889) junto ao Palácio da Presidência , onde foi instalada a Secretaria do Governo Provincial.

Transformações político-econômicas ao longo do tempo ampliaram a máquina administrativa e consolidaram a burocracia estatal. Consequentemente, cresceu o volume da documentação produzida e recebida pelo poder público, ampliando as funções do Arquivo.


Palácio da Presidência / Secretaria do Governo
Rua Barão do Rio Branco esquina com XV de Novembro


Sede de 1918
Av. Mal Floriano Peixoto esquina com Av. Iguaçu

No âmbito administrativo, desde a sua criação, o Arquivo Público do Paraná recebeu diferentes denominações e pertenceu a diversas secretarias.

Em 1909, estava subordinado à Secretaria do Interior, Justiça e Instrução Pública e recebeu a denominação de "Repartição de Estatística e Arquivo Público do Paraná", em razão de ter anexado às suas funções o Serviço de Estatística do Estado.

Sob a Lei nº 6.636, de 29 de novembro de 1974, passou a denominar-se Departamento de Arquivo e Microfilmagem – DAMI, centralizando todo o serviço de produção e reprodução micrográfica da Administração Pública.

Desde 1987, sob a Lei nº 8.485, de 3 de junho, denomina-se Departamento Estadual de Arquivo Público – DEAP, subordinando-se à Secretaria de Estado da Administração, hoje Secretaria de Estado da Administração e da Previdência.

Sua primeira sede foi na Rua XV de Novembro. A segunda na Avenida Mal. Floriano Peixoto. Em terreno da Rua dos Funcionários foram edificadas e adaptadas sedes em 1960, 1978 e 2001.


Sede de 1978
Rua dos Funcionários


Hoje, além de reunir a documentação referente à memória do poder público, tem a responsabilidade de executar a administração da política relativa ao patrimônio documental do Estado. Por meio da organização, guarda e conservação dos documentos gerados pelo Poder Executivo, promove o acesso rápido e seguro às informações de interesse da administração pública e do cidadão.

 

Recomendar esta página via e-mail: